Quarta-Feira, 18 de Maio de 2022

A conta de luz vai subir? Confira 5 dicas para te ajudar a economizar!



A eletricidade se transformou em uma das necessidades básicas do ser humano. Dependemos dela para praticamente tudo, desde a iluminação, para trabalhar e até para nosso lazer, na hora de assistir televisão, por exemplo.

No Brasil, quase 70% da energia produzida é por meio das hidrelétricas, que dependem da água para a geração de energia. Porém, em períodos de crise hídrica, as hidrelétricas podem não dar conta da demanda, e, consequentemente, outras formas de geração de energia passam a ser necessárias, como por exemplo, as termoelétricas. O problema disso é que acaba trazendo o encarecimento da conta de luz para pessoas e empresas.

E é exatamente este cenário que estamos vivendo agora. Com a crise hídrica atual, os reservatórios de várias hidrelétricas estão baixos, o que trouxe consigo o aumento da tarifa da conta de luz. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou recentemente o aumento da bandeira tarifária vermelha patamar 2 para as contas de julho. Com isso, a cobrança passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidor, uma alta de 52%!

Ou seja, o brasileiro precisa preparar o bolso para mais este aumento, e, se possível, buscar formas de economizar com a eletricidade. Confira abaixo algumas dicas:

Planejamento e Controle Financeiro

Mais do que nunca, nestes momentos de aumentos de preços, é muito importante reforçar o planejamento e o controle financeiro, para saber quanto a conta de luz “pesa” no orçamento mensal. Aplicativos de controle financeiro acabam sendo ótimos aliados nesta tarefa!

Lâmpadas mais econômicas

Trocar as lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por lâmpadas LED é uma ótima forma de economizar. Apesar de custarem mais na hora da compra, elas têm uma duração bem superior aos outros modelos, além de serem muito mais econômicas.

Para você ter uma noção da vida útil de cada uma, a lâmpada incandescente tem vida útil de 1.000 horas, a fluorescente de 3.000 a 10.000 horas e a LED de 20.000 a 50.000 horas.

Busque eletrodomésticos e eletrônicos mais econômicos

Busque sempre modelos de eletrodomésticos e eletrônicos mais novos e econômicos. Olhe sempre o selo do INMETRO mostrando qual o nível de eficiência e o consumo de energia do equipamento.

Dicas rotineiras

Pequenas coisinhas feitas no dia a dia podem representar uma economia significativa na conta de luz, como por exemplo:

  • Tirar da tomada equipamentos que não estão sendo utilizados. O famoso “stand by” também consomo energia
  • Deixar acumular roupas para lavar ou passar
  • Tomar banho em horários mais quentes

Você já cogitou utilizar a energia solar?

Por fim, um “investimento” que pode ser interessante é a instalação de painéis solares. Apesar de, num primeiro momento, ter um custo alto, ele acaba trazendo economias na conta de luz ao longo do tempo.

Existem, inclusive, algumas fintechs que possibilitam o financiamento para a compra dos painéis: Solfácil e Mutual.

Por fim, confira também outras fintechs que podem trazer economias para sua conta de luz.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2022, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.