Terça-Feira, 3 de Agosto de 2021

Lucas Pelisari

Lucas W. Pelisari é escritor, formando em Investigação Forense e Perícia Criminal. Cursa Direito e atua profissionalmente no marketing. Sua especialidade é empreendedorismo e marketing digital.

Ver todas as colunas

Comprar Presentes pela Internet – O “novo normal”



A proximidade com o Dia das Mães, o Dia dos Namorados e o Natal sempre foram datas que lotaram as ruas, os centros comerciais e os Shoppings de quase todas as cidades, mas em 2020 e 2021, as restrições de circulação e de atendimento presencial fizeram com que as compras online se tornassem a primeira e melhor opção para quem deseja presentear, principalmente quando a pessoa homenageada está distante, em uma cidade ou Estado diferente.

Dia das Mães e Dia dos Namorados

O Dia das Mães é a segunda maior data comercial, ficando atrás apenas do Natal e em 2020, essa data foi celebrada em um dos momentos mais intensos da pandemia, com decretos de restrição de circulação e atendimento no comércio físico bastante limitado.

Outro ponto que modificou a forma de celebrar essa data foi a impossibilidade de levar a mãe para um restaurante ou proporcionar um dia diferente.

Muitos filhos nem ao menos puderam visitar e ficar perto de suas mães nesse dia de homenagem.

Para se fazer presente à distância, foi essencial contar com o e-commerce, que se preparou para atender milhares de consumidores que nunca tinham realizado uma compra online.

A Interflores (interflores.com.br) foi uma das lojas que redobrou os cuidados e se preparou para um aumento expressivo nas vendas de cestas de café da manhã, que foram, mais do que nunca, utilizadas para demonstrar amor e gratidão por quem sempre cuidou da família com tanto carinho.

Já no dia dos namorados, a busca por “cesta de chocolate” foi o que impressionou a equipe do e-commerce de presentes, que trabalhou incansavelmente para atender todos os pedidos e fazer com que a data não passasse em branco, ainda que muitos casais estivessem impedidos de curtir um cinema ou aproveitar um jantar romântico.

Ocasiões Especiais Precisaram de Adaptações

Outras ocasiões especiais, além das datas comemorativas que precisaram de adaptações na hora de presentear e demonstrar afeto, foram os nascimentos e aniversários.

A alegria de receber um novo membro na família ou fazer aquela visita cheia de presentes e afeto à maternidade foi substituída por mensagens de WhatsApp, chamadas em vídeo e presentes enviados pelos Correios.

Quem tem dúvidas sobre como agir em relação aos aniversários de crianças da família e nascimento de nenéns de pessoas próximas, costuma buscar conselho e sugestões na internet, em vídeos ou em algum blog sobre bebês.

O objetivo é não passar a sensação de que “não quer estar próximo” e ao mesmo tempo, não parecer invasivo ou desrespeitoso realizando uma visita constrangedora em um momento onde o distanciamento social é o mais indicado para todos.

Comércio precisou se adaptar ao novo normal

A diferença na forma de presentear fez com que floriculturas, lojas de chocolates, decoração, perfumes e todos os outros tipos de presentes, precisassem migrar imediatamente para o digital.

Investir na criação de sites, marketing digital, vendas por WhatsApp e delivery deixou de ser uma opção e se tornou uma obrigação para fazer com que os negócios de vendas sobrevivessem.

Apesar das dificuldades em realizar uma alteração de foco tão grande e de forma tão rápida, quem conseguiu se adaptar não apenas conseguiu manter grande parte da clientela como expandiu suas vendas para um espaço muito maior do que esperava.

Se enquanto comércio local as lojas de presentes vendiam apenas para os passantes ou para pessoas do mesmo bairro ou cidade, ao ingressar no mercado online, vender para um vizinho ou para um novo cliente há centenas ou milhares de quilômetros de distância passou a representar a mesma dificuldade e a mesma oportunidade.

Conclusão

Entre tantas mudanças que ocorreram nos últimos meses, a forma e os motivos de presentear foi apenas uma delas.

Demonstrar carinho e afeto sempre fez parte da personalidade calorosa do povo brasileiro e não poder abraçar e beijar as pessoas amadas fez com que o amor passasse a ser muito mais expressado com mensagens e presentes enviados à distância.

Para as pessoas, um jeito de superar a saudade e o isolamento.

Para os negócios, uma oportunidade que merece muita atenção.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.