Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Daniel Marx

Escritor, jornalista, apresentador, roteirista e cineasta
Membro da (AILB) Academia Internacional de Literatura Brasileira e Membro da (AIL) Academia Independente de Letras

Ver todas as colunas

Está acontecendo um dos festivais de cinema mais importantes do Brasil



 

O festival Satyricine Bijou, que começou na última quarta-feira dia 22 vai até o dia 29 de setembro.

O festival que é um dos braços da cia de teatro já tradicional de Os Sátyros, tem grande relevância, que além de manter viva a sétima arte, também comemora a reabertura do histórico Cine Bijou, em São Paulo.

Segundo os organizadores, o festival, que reúne 83 filmes entre longas e curtas-metragens, tem como compromisso o diálogo entre as gerações do cinema brasileiro, visibilizando obras imortalizadas na história da arte, trazendo filmes relevantes da cena atual e abrindo espaço para novas apostas do cinema alternativo e independente, através de uma mostra competitiva.

A iniciativa do festival, mostra que o cinema tem uma grande força, que atravessa gerações e continua rompendo barreira, sejam elas, geográfica, políticas ou sociais.

Além de apresentar curtas e longas-metragens premiados e consagrados, O Festival Satyricine Bijou, traz novos nomes de diretores e produtores que estão iniciando sua caminhada pelo mundo da sétima arte.

O festival apresenta 3 mostras; Mostra Competitiva, Mostra do Novo Cinema Brasileiro e Mostra Memória. Todas as exibições acontecerão pela plataforma Sympla Play, com cada filme permanecendo disponível ao público pelo período de 01 a 07 dias.

Na Mostra Competitiva serão exibidas produções realizadas nos últimos dois anos, por novos diretores que estão no seu primeiro ou segundo filme. Serão 13 longas e 16 curtas.

Na Mostra do novo cinema brasileiro, também com longas e curtas, exibirá filmes significativos de diretores que surgiram no século 21 e vêm se firmando no cenário nacional e internacional.

Já na Mostra memória, serão exibidos clássicos do cinema brasileiro, a mostra presta homenagem a grandes atrizes e atores que se foram recentemente. Serão exibidos A Idade de Terra de Glauber Rocha, com Tarcísio Meira; O Padre e a Moça, de Joaquim Pedro de Andrade, com Paulo José; São Paulo de Luis Sérgio Person, com Eva Wilma; O  Casamento, de Arnaldo Jabor, com Camila Amado; e Luz nas Trevas, de Helena Ignez, com Sérgio Mamberti.

É louvável a ação da cia Os Satyros de incentivar a reabertura de um dos cinemas arte mais emblemáticos de do estado de São Paulo, o Cine Bijou, além de abrir espaço para diversos artistas, produtores, atores e equipe técnica que vem enfrentando um universo de barreiras para produzir cada vez mais sem incentivo ou apoio de patrocinadores ou do poder público.

O fato é que o Festival Satyricine Bijou, já faz parte do calendário de eventos cinematográficos anuais do Brasil, e que está ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional e internacional

Vale salientar que os filmes ficarão disponíveis até meia noite do dia 28 de setembro e que no dia 29 às 20h acontecerá a Live de Premiação.

PERÍODO DO FESTIVAL: DE 22 A 29 DE SETEMBRO

Para maiores informações acesse os sites abaixo:

PROGRAMAÇÃO COMPLETA EM: https://bit.ly/FestivalSatyricineBijou

INGRESSOS POPULARES: R$5,00

ONDE RETIRAR E ASSISTIR:

plataforma Sympla Play / Festival Satyricine Bijou

http://www.sympla.com.br/festivalsatyricinebijou

 












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.