Quarta-Feira, 1 de Dezembro de 2021

Thales Kroth de Souza

Thales Kroth de Souza é profissional de serviços financeiros, Tecnólogo em Gestão Financeira pela Unisinos, Técnico em Contabilidade, Bacharelando em Administração, Colunista em sites sobre finanças, tecnologia e relacionamentos.

Ver todas as colunas

Novos horizontes para plantar e colher



Um dia alguém disse que a TV iria acabar com o rádio, enganou-se; pensaram que a internet iria acabar com a TV, a ideia morreu na praia; hoje, tentam implantar que a inteligência artificial, os robôs vão acabar com o trabalho e deixar milhares de pessoas desempregadas, como se enganam, ninguém vai alterar nenhuma ideia enquanto houver pessoas utilizando seus serviços e for viável.

Há criatividade inédita por descobrir e o ser humano ainda não mordeu a isca, talentos, novos bilionários, pessoas influentes que irão impactar, não só sua geração, mas toda a cadeia de pensamento quando se preocupa com seus rendimentos, novas formas de trabalho, melhores modelos empresariais. Quando escolas foram abertas para atenderem seu público, o modo privado também se expandiu e precisava abrir novas filiais, o modelo franchising caiu como uva para diversas empresas e segmentos, pessoas as quais não sabiam onde aplicar seus recursos começaram a investir neste novo modelo. Ou seja, não se acabaram com as empresas, melhoraram as cadeias e sociedades anônimas.

No primeiro grande desenvolvimento humano acontece quando está no meio familiar. Com a aprendizagem, as tendências mostram que o cérebro vai montando cenários favoráveis e desfavoráveis de naturezas hipotéticas. Cientistas acreditam que a moralidade e o comportamento humano derivam do que essas crianças vivenciam. Difícil competir quando números falam que o cigarro faz mal, mas algumas pessoas tentam implantar um novo modo de fumar que não o faz. Isso não existe. Nenhum ponto de vista pode favorecer ao detrimento da liberdade saudável de outrem.

A informação está acessível, o conhecimento não. As pessoas precisam filtrar as informações para virarem dados e, após os analisarem, virarem conhecimentos. Um negócio não se tornará inviável se os números apontam ao seu favor, assim como um computador não estará em manutenção se o conserto já tiver atuado sobre ele, o ser humano tenta criar simpatias, fortalezas, medos em suas vidas e com isso desencorajam outras. Isso é ruim. Os europeus e antigos navegadores quebraram esses pensamentos com a esperança de alçar novos ares, é isso que a história nos inspira: motivação.

Planejar a semana e o seu dinheiro só ficam melhores quando as taxas de melhorias são aplicadas. Nenhum olhar é mais seguro quanto daquelas pessoas que você ama. Quem ama não prejudica, facilita; quem ama não maltrata, protege; quem ama não busca prejudicar quem não conhece. Alguns cidadãos esqueceram que existe desenvolvimento e é preciso seguir em frente. Os negócios podem dar errado, não acertar os números da sorte ou a demissão de seu trabalho ocorrer, não se desespere, siga em frente. É difícil, é complicado. Muitas pessoas passam por isso e vão passar. A maior motivação vem de dentro pra fora, aquela que o coração pulsa forte trazendo a mente para o lugar e orientado: tudo vai passar.

 

Envie para ksthales@gmail.com dúvidas, informações, sugestões e comentários.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.