"/>

Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019

Ângela Schiezari Garcia

Educadora física; fisioterapeuta; osteopata;
radiestesista genética; microfisioterapia em formação.
Terapeuta de self-healing,leitura biológica, pós-graduada em ginástica postural corretiva,em fisiologia do exercício e em personal training.
Estágios:
* Laboratório do Comportamento Motor da Escola de Educação Física e Esportes da USP.
* Condicionamento Físico e Reabilitação Cardiovascular na Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do INCOR HC – FMUSP.
Escritora, com livro de poesias "A Real Dualidade", publicado em 2007.

Ver todas as colunas

O Álcool em atividade...



 

O hábito cultural do povo brasileiro, festivo e alegre por natureza motiva a ingestão de bebidas alcoólicas desde a mais tenra idade. O jovem inicia a jornada na vida social inspirado na rotina dos familiares, pais, vizinhos e amigos. A mídia exibe eventos esportivos e por meio de propagandas milionárias também reforça a ideia deturpada de que a bebida proporciona felicidade, status, poder, liberdade e realização ao indivíduo.

Coerente ou não, quando se fala em capitalismo, os efeitos maléficos da associação do álcool com a prática de atividade física passa para o último plano e nesse caso seria loucura apontar, por exemplo, que a ingestão alcoólica prejudica o desempenho de habilidades motoras, diminui a capacidade de trabalho muscular e pode gerar arritmias cardíacas.

Cada pessoa possui um nível de tolerância para a ingestão de bebida, devido à velocidade do metabolismo do álcool no fígado, a ingestão de alimentos antes ou à prática de exercícios físicos. Ainda há uma relação direta com o sexo, o peso corporal e outras variáveis.

O álcool produz vasodilatação periférica e favorece a hipotermia em ambientes aquáticos e frios. Caso a ingestão seja contínua desencadeará alterações patológicas no fígado, coração, músculos, levando às incapacidades e até a morte, devido a inibição na absorção de vitaminas do complexo B, responsáveis pelo metabolismo de carboidratos e proteínas. Há redução da força e da qualidade dos treinamentos, com desgaste do organismo, indisposição para o trabalho, estudo e demais atividades.

Durante a ingestão alcoólica, os órgãos internos realizam árduo trabalho: o estomago aumenta a produção de suco gástrico, o fígado aumenta a produção da bile para neutralizar toxinas e o intestino produz o suco entérico, dificultando o trânsito intestinal. A ingestão de água é importante no processo para repor os líquidos perdidos e remover toxinas acumuladas. O processo de absorção é rápido; mas o de eliminação, realizado na maior parte pelo fígado, seguido pela respiração e transpiração, é bem lento.

Dr. Dráuzio Varela associa a ação do álcool aos sistemas químicos cerebrais. Segundo ele, a pessoa fica mais relaxada, controla a ansiedade, filtra os estímulos e interage melhor. A partir do momento em que o consumo aumenta, o álcool atua em outros sistemas e causa sonolência ou muita agressividade. Ele cita que o processo mental de pensar, sentir, raciocinar, planejar é alterado sob o efeito dessa droga. As pessoas não elaboram emoções e desenvolvem certa rigidez de pensamento, tornando-se violentas de uma hora para outra. O dano provocado no cérebro, especificamente na memória é comum e considerado grave.

Os reflexos e as reações tornam-se lentos ao longo do tempo. Por esse motivo a pessoa sedentária, ativa ou atleta deve optar por hábitos saudáveis e caso queira ingerir bebidas, que elas sejam se preferência com baixo teor alcoólico, em pequenas doses, e que sejam consumidas esporadicamente.

Afinal, com tantos prejuízos advindos das bebidas alcoólicas, talvez fosse mais coerente e sensato buscarmos outras opções.

 

 










Imóveis em São Roque

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

Além de consumir o serviço de Aluguel de louças para festas.

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

Aluguel de louças para festas Moema, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.