Quarta-Feira, 1 de Dezembro de 2021

Thales Kroth de Souza

Thales Kroth de Souza é profissional de serviços financeiros, Tecnólogo em Gestão Financeira pela Unisinos, Técnico em Contabilidade, Bacharelando em Administração, Colunista em sites sobre finanças, tecnologia e relacionamentos.

Ver todas as colunas

O celular do seu bolso está carregado?



Com muito mais informação, ninguém quer perder nenhuma notícia de última hora, não é mesmo?

Pois bem, o que era pra ser um estímulo já que não seria tão usado, mesmo sendo vendido em massa, tornou-se ícone de maldição para os viciados, obcecados, amantes ou profissionais que precisam estar conectados, que precisam de seus celulares carregados. A sua bateria quando lançado não durava tanto assim, mas conforme a tecnologia acompanhava o horizonte de tempo esse problema era sanado com celulares mais populares e de boa praticidade.

Quem não lembra do tijolão ou celulares que eram verdadeiras lendas de suas épocas, pesados e nada convencionais para se carregar por aí. Os valores eram altos para seus tempos. Nada mudou. Os preços continuam a subir por conta de impostos e essa facilidade cai por terra pelo esforço de se obter uma dessas ferramentas que mexem com a psicologia da gente. Sair de casa sem celular, telefone ou smartphone (como preferir) tornou-se sinônimo de sair sem o documento de identidade. A consequência dessa comparação é definida pelo alastramento de informações e consequências que podem atrapalhar se não tiver a dosagem correta de seu uso.

A informação, antes descrita nos livros, grandes jornais, isolados pela mídia tradicional agora pdoe aparecer em qualquer site, com fonte ou sem fonte, com anônimos, amantes da informação ou veiculantes da piratagem. Sem problemas, a notícia corre livre, leve e solta.

Seu celular carrega a mais animada e participativa conexão do inovador cenário terapêutico, ou seja, você perde-se no tempo quando mexe em seu celular. Controle-se. Eu sei, todo mundo sabe que é difícil controlar a situação já que você deseja e precisa comunicar-se com algumas pessoas, mas às vezes é melhor falar pessoalmente. Que tal?

Os relacionamentos estão mais rápidos, as novidades estão mais rápidas, até os problemas estão assim, e as soluções? Não correm conforme a facilidade de acesso ou aprendizagem. A rede e a internet possuir milhares de informações não deixarão crianças mais espertas que suas capacidades. Não tem como estimular nova base da ciência com pequenas vírgulas e incidências de falta de memorização, controle sobre atividades, planejamentos na vida profissional e na particular, entre outras objeções.

Os mandatários dos exercícios de revisão para contato futuro não irão esperar novas ordens de execução, se você não estiver a frente do seu tempo como outros personagens da história será mais que viveu seu tempo em transformação.

Seu celular representa-te para o meio o qual vive? Estás enganado. Não deixe estímulos e influências que não agreguem valor em seus aprendizados controlar a sua rotina, o seu interesse de praticar boas ações online e de modo presencial.

Lembre-se: a bateria fica carregando conforme o decorrer do tempo, assim a sua capacidade de processar informações. Não adianta querer devorar um livro, um relatório ou uma faculdade em tão pouco tempo para conseguir um diploma e iludir a outrem e a sua própria consciência que aprendeu teorias e práticas sejam em profissões, áreas e setores, porque estás enganado.

Deixai o aprendizado vir lentamente e respeite o seu momento de consciência e interesse, proteja isso de você mesmo, pois a ferramenta que te ajuda a pesquisar mais facilmente pode ser a arma que tira sua vida com rebeliões na rede como o cyberbulling, crimes informáticos, mansowares e, o maior de todos, sua consciência.

 

Envie para ksthales@gmail.com dúvidas, informações, sugestões e comentários.












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.