Quarta-Feira, 18 de Maio de 2022

Pedro Fagundes de Borba

Estudo ciências sociais na Universidade do Vale do Rio dos Sinos; escrevo para portais; me chamo Pedro Fagundes Borba.

Ver todas as colunas

O homem comum



  Em sua vasta abrangência, o homem comum é, de fato, um humano extraordinário. Em sua caracterização de ser humano diário, com imagem construída no tempo e a partir da concepção do homem como gênero central na sociedade, vive e recebe todas as filosofias e verdade latejantes. Tendo como base de seu ser um pertencimento a uma realidade e uma vida diária que passa e recebe tudo que compõe o vivo, assume várias formas, profissões e pensamentos, tendo sempre um sentimento e uma abertura a tudo aquilo que recebe, sendo assim o ser profundo.

   Surgiu o homem e a mulher comuns em contextos passados, tendo passados por alterações sociais, mas mantendo algumas raízes e características reais. Sendo uma caracterização muito longa e complexa para se detalhar aqui, darei alguns pontos centrais e sínteses do que isso significa, ao longo do texto. Focando no homem comum, por possuir a vida mais vivida neste processo do comum, além do ponto determinante em seus acontecimentos, este passa sua vida recebendo e transformando influências de vários setores, relacionados diretamente ou não ao seu trabalho.

    Com suas características materiais, associadas com as metafísicas e com aquilo da vida que não é compreendido, vive e recebe tudo que lhe parece, estando sempre a mercê das menores e grandes complexidades daquilo que aparece na vida. Nisto, adquire as mais variadas e profundas formas, por vezes aparentemente contraditórias para com aqueles que o veem, uma vez que este recebe da maneira mais viva as contradições do que participa.

     Por viver esta ampla complexidade da vida, a aceita plenamente e não duvidando de algo por parecer ilógico, mas buscando entender isto em si, o homem comum absorve um complexo e poderoso conhecimento sobre o que vive; sobre que lhe cerca a vida e as características da sociedade em que vive.

      Sendo este homem que recebe estas características, mais do que a mulher ainda que com as relações em mudança, se torna aquele cujo jeito e pensamento mais fascinam grandes escritores, pensadores e observadores em geral, pois têm em seu jeito as várias faces e jeitos do que cerca o que conhecemos. Nem sempre o tema central destes, sempre os influencia de alguma forma ao menos. É parte do essencial retrato que fazemos do existente, buscando sempre a poesia da vida em suas formas mais comuns e profundas. O homem comum se encontra com a vida, vendo nela seu profundo.

             












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2022, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.