Sábado, 27 de Fevereiro de 2021

Daniel Marx

Pós graduado em criação publicitária e planejamento de propaganda, Pós graduado em Política brasileira e socioeconomia. Com formação em Marketing, Arte Cênica. Consultor Político.
Com diversos cursos na área de produção, direção, roteiro de cinema e TV. Vasta experiência na área de teatro, escritor de diversos livros de auto ajuda, ficção e acadêmico, poeta e roteirista.

Política é muito sério e a sociedade precisa de uma linguagem clara e objetiva.
Arte é algo mágico e necessário e são sobre estes dois temas que sempre vamos falar.

Ver todas as colunas

País sem dono



fonte: Poder360

  “O Brasil tá quebrado, e eu não posso fazer nada”

            

  Foi com essa frase que o chefe de estado de uma nação tentou acalmar a população.

 

O presidente Jair Bolsonaro afirma que o país está quebrado e que não pode fazer nada. Não pode auxiliar a população e não pode direcionar o caminho que devemos caminhar.

 

É uma desesperança para uma nação que espera de seus governantes uma ação para conter qualquer crise que seja, ou esteja se instalando no país afim de não deixar a população desguarnecida e sem rumo. Não falo apenas do presidente da república, mas dos três poderes que deveriam reger o país para sair dessa crise em que se encontra, para enfim existir uma união dos três poderes em pró da nação e não em interesse próprio.

 

O Brasil está passando por uma crise muito grave de saúde, financeira, de falta de emprego, de segurança pública, de educação e de moral.

 

E o que as pessoas de quem esperaríamos que pudessem nos auxiliar, que foram escolhidas para estarem onde estão para poderem fazer algo pelo país, pela população. Para tirar o Brasil do atoleiro em que se encontra, e mostrar para a nação já desesperada e amedrontada que já perderam 200 mil parentes, filhos e amigos, que há esperança.

 

Uma população que perde o emprego a cada dia e já passamos de 14 milhões de desempregados. Uma população que vê a violência só aumentar, a falta de expectativa e a desesperança crescerem a cada dia sem saber o que irão comer no dia seguinte. Como irão alimentar seus filhos amanhã, como pagarão as contas que não param de chegar, os impostos que não param de aumentar, a renda que não para de diminuir e não sabem mais onde conseguirão mais forças para continuar a labuta diária.

 

O que podemos dizer para um governo que foi colocado no poder para que levasse a nação a ter uma melhor qualidade de vida? Uma população que estava cansada dos governos anteriores que apenas saquearam o país e deixaram a corrupção dominar todos os cantos do Brasil. Um governo que foi colocado no poder com a promessa de ser diferente, de dar orgulho a população, de mostrar para o mundo que o Brasil tinha esperança e seria a grande nação esperada por todos.

 

O governo atual se orgulha de não ter corrupção em seu mandato. Eu digo que isso é uma obrigação moral e não um diferencial. Educação moral essa que os governos anteriores sequer conseguiram cumprir.

 

Pois bem. O governo que diz não poder fazer nada, deveria preocupar-se com a saúde da população, negociar vacinas e seringas, fazer as reformas do governo, cuidar das privatizações, usar seus ministros para buscarem investimentos externos, cuidar em melhorar as leis que cuidam do cidadão, que os protege. O dever do governo deveria ser punir quem errar, mesmo que estejam embaixo de seus bigodes. Tem que negociar com o parlamento sem se vender. Precisa ouvir a nação e não seus filhos, afinal, foi essa quem o colocou onde está.

 

Se o governo afirma não poder fazer nada referente a uma crise no país, qual segurança que ele passa a todos? Qual a visão dos investidores internacionais. Qual a visão que mostramos para o mundo?

 

Somos incompetentes? Omissos? Bárbaros? Analfabetos? Corruptos?

 

Até quando vamos lidar com governos que não se importam com a população desde que Cabral chegou a essas terras?

 










Imóveis em São Roque

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

Além de consumir o serviço de Aluguel de louças para festas.

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

Aluguel de louças para festas Moema, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.