Sábado, 21 de Setembro de 2019

Vander Christian

Vander Christian é apaixonado pelo mundo da leitura e escrita. Autor dos romances KARINA, PASSADO E PRESENTE e DUAS VEZES PAMELA MONTEIRO.

Redes Sociais:





Últimos artigos

Ver todas as colunas

Rotas



Ir a um lugar pela primeira vez, antes era uma tarefa dificílima. Primeiro, era preciso perguntar para alguém se ela conhecia o caminho até determinado lugar. Quando a resposta era positiva, um fio de esperança nascia junto com a garantia de uma viagem tranquila. Mas se a resposta fosse negativa, estava feito o caos. Era preciso redobrar a tenção nas placas que indicavam o caminho e contar com a velha ajuda dos frentistas de postos de combustível. A viagem, muitas vezes, demorava bem mais que o previsto.

Os tempos mudaram. Aplicativos que traçam a rota surgiram para acabar com todos esses problemas. Recentemente, fiz uma viagem de ônibus para outro estado. Quando estava perto do destino final, um rapaz, sentado na poltrona à minha frente, começou a consultar o aplicativo a cada uma hora. Achei um exagero da parte dele, mas não posso negar que o aplicativo ajuda muito no caso de precisar informar alguém da família, quanto tempo falta para o fim da viagem. Lembro de ter feito a mesma viagem quando era criança. Avisávamos os familiares que chegaríamos na manhã seguinte. E só. Não havia nenhuma informação extra. Agora, é possível mandar a localização e a pessoa do outro lado saber aonde você está.

Entretanto, os aplicativos nem sempre funcionam direito. Outro dia, presenciei um senhor dizer que precisava entrar no pátio de uma empresa.

— O aplicativo diz que é para entrar nesta rua, veja.

Consultei  o aplicativo. De fato, ele dizia para  seguir reto pela rua. Mas não era possível seguir reto, pois a rua era o acesso para uma empresa de doces.

Tive que dizer qual era o caminho correto para o senhor. Ele ficou bravo, pois o aplicativo mostrava o trajeto mais curto. O que eu passei demoraria bem mais.

— Não posso fazer nada. O senhor não pode cortar por dentro do pátio de uma empresa — acrescentei.

Conclui que para tudo é preciso de um plano B. Nem sempre as coisas vão ser como planejamos. Nem sempre os aplicativos vão nos ajudar. Para algumas coisas, precisamos usar as velhas armas contra imprevistos, pois elas sim nunca falham.

 

 

Obrigado pela visita!

 

COMECE A LER MEUS LIVROS GRATUITAMENTE:

 

Duas Vezes Pamela Monteiro 
http://amz.onl/6kNQLOT

 

Passado & Presente 
http://amz.onl/bSJOgdX

 

Karina 
http://amz.onl/2zZb89q

 

Até breve,

 










Imóveis em São Roque

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

Além de consumir o serviço de Aluguel de louças para festas.

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

Aluguel de louças para festas Moema, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.