Terça-Feira, 19 de Outubro de 2021

Turismo

>

Cuidados básicos na hora de contratar uma agência de viagem

Cuidados básicos na hora de contratar uma agência de viagem

Antes de viajar devemos pensar em segurança e não em lazer e divertimento. Por esse motivo, siga com muita atenção alguns cuidados importantes na hora de escolher uma agência de viagem idônea.

1) Verificar se a agência escolhida é associada à Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagem). Isso porque, para serem associadas, as empresas passam por um bom crivo e têm de apresentar vários documentos comprovando sua idoneidade.

2) As promoções que oferecem muitas facilidades devem ser estudadas e avaliadas com extrema cautela pelo consumidor.

3) Solicitar sempre, por escrito, tudo o que está sendo contratado (companhia aérea, hospedagem, localização exata do hotel e tipo de quarto (individual, duplo, etc.).

4) No caso de não haver um contrato por escrito, a Câmara Técnica de Turismo - composta por representantes do Procon-SP, da Associação Brasileira de Agências de Viagem de São Paulo (Abav-SP), da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) e do Sindicato das Empresas de Turismo do Estado de São Paulo (Sindetur-SP) - criou a Ficha de Roteiro de Viagem. Essa ficha, que já está sendo utilizada por algumas agências e operadoras, deve ser preenchida na frente do consumidor no ato da contratação. O processo visa a trazer transparência nas relações, equilibrando entre as partes a responsabilidade pela contratação, uma vez que fornecerá informações claras e precisas quanto ao serviço. O formulário contém a identificação da agência ou da operadora do serviço, descrição dos serviços solicitados pelo consumidor (características e tipo de programa, roteiro, duração, descrição dos meios de hospedagem, de transporte, locais e datas de saída e de retorno), detalhamento do preço e informações específicas (necessidade de vistos, vacinas, autorização para viagem de menores desacompanhados, etc.).

5) Procurar referências sobre a agência com pessoas de confiança que tenham usado os serviços e ligar para o cadastro de reclamações fundamentadas da Fundação Procon-SP (3824-0446) é uma saída, caso não se sinta seguro em contratar os serviços da agência.

6) Uma vez escolhida à empresa e o pacote, insista para fazer tudo por escrito. No contrato deve constar o que foi acertado verbalmente e oferecido pela publicidade. Atente para cláusulas que possam colocá-lo em desvantagem, sobretudo quanto à possibilidade de alterações em relação a hotéis, passeios, taxas extras e transporte. Não permita que constem espaços em branco. Guarde uma via datada e assinada, bem como todos os prospectos, anúncios e folhetos publicitários (eles integram o contrato).

7) Outros dados que devem ser verificados são os valores cobrados pelas partes aéreas e terrestres, categoria das passagens, taxas de embarque, traslados, refeições oferecidas, guias, número exato de dias, juros no pagamento a prazo e o que ficará por conta do viajante.

8) Feito o pagamento, a agência deve fornecer as passagens com datas de saída e de chegada, comprovantes de reserva nos hotéis e recibo dos valores pagos.

Fonte: Tudo sobre Segurança

 

Clique aqui para ver mais sobre Turismo



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.