Quinta-Feira, 5 de Agosto de 2021

11/12/2008 - São Roque - SP

Apresentação de teatro marca inicia do Núcleo Jovem de Artes de Maylasky




Os alunos da EMEF Tibério Justo da Silva, de Maylasky, apresentaram na última semana a peça remontada “Maroquinhas FruFru”, de Maria Clara Machado, no Salão Regente Gentil de Oliveira, na Brasital. O teatro é parte do Programa de Ação Cultural nas Escolas (Pace), implantado em 2007 pelo Departamento de Educação da Prefeitura de São Roque. Um bom público acompanhou a peça que teve uma hora de duração.

A remontagem dirigida por Paulo Bottós, autor do projeto passa a história em uma cidadezinha do interior. Uma praça com um poço, um poste e bancos. Cosme e Damião estão fazendo a ronda e comentam “É hoje a festa”. Uma festa à fantasia, um concurso de bolos de chocolate, cinco concorrentes (Maroquinhas, Bolandina e as três Flores) e um colar de pérolas como prêmio. Paixões, intereresses, ardilosidades. No fim tudo se resolve, mas nada volta a ser como antes. Com estrutura musical simples, a apresentação é constituída basicamente de recitativos.



O clássico da dramaturgia juvenil brasileira foi encenado pela primeira vez Em São Roque, e marca o início das atividades de um novo grupo chamado Núcleo Jovem de Artes de Maylasky, originado das oficinas do Pace. “A princípio, o programa começou com uma oficina de Teatro Aberto com jovens e logo em seguida, pela própria demanda da população local, mais grupos foram se organizando em oficinas de Dança e Capoeira. Estamos estudando a possibilidade de fazer apresentações em cidades vizinhas e de montar um ciclo para a volta das aulas, em 2009”, conta Paulo Bottós.

Por meio de atividades coletivas e da experiência criativa proporcionada pelo teatro, dança, música, circo e capoeira, o Programa de Ação Cultural nas Escolas é basicamente voltado ao protagonismo juvenil e à formação integral do jovem. Cerca de 400 alunos já passaram pelas oficinas do Pace nas EMEFs Tibério Justo da Silva (Maylasky) e Carmem Lucia de Brito (Vila Amaral). Segundo Bottós há retornos objetivos da família e da escola sobre melhoras comportamentais e de rendimento escolar que ocorreram de modo geral. “No plano da aprendizagem artística, sentimos também o retorno positivo e prazeroso dos públicos presentes”, completa.

Expansão do Pace
Em março de 2007, o Programa de Ação Cultural nas Escolas foi reavaliado pelo Departamento de Educação e se estendeu para a EMEF Carmem Lucia Brito (Vila Amaral), com novo formato. No Programa 2008, foram mantidas as oficinas de Teatro Aberto e Capoeira, e acrescidas as oficinas de iniciação em Dança Contemporânea, Circo, Cenografia e Música (ênfase no canto e percussão), dirigidas aos jovens da Rede Municipal de Ensino e comunidades do âmbito escolar.

Fonte: Prefeitura de São Roque



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Guia São Roque.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.