Domingo, 16 de Junho de 2019

3/1/2008 - São Roque - SP

Elefante preocupa moradores da cidade de Mairinque




SOROCABA - Um elefante fêmea de 4,5 toneladas permaneceu 20 dias em um galpão da prefeitura de Mairinque, na região de Sorocaba, e causou preocupação aos moradores. O paquiderme pertence ao Circo Stankowich e foi deixado para trás quando o circo mudou-se para Sorocaba, onde uma lei municipal proíbe a apresentação de animais em espetáculos circenses.

A biomédica Osleny Viaro, funcionária do Centro de Controle de Zoonozes de São Paulo, que passava férias em Mairinque, denunciou na quarta-feira, 2, as más condições em que o animal estava alojado. "O galpão não é adequado, pois com sol fica muito quente, e também não há alimentação e água disponível."

Ela disse que o elefante estava inquieto e estressado por estar com a pata acorrentada. Em caso de fuga, poderia ferir pessoas e colocar em risco os usuários da rodovia Raposo Tavares, que passa ao lado do galpão.

Osleny entrou em contato com a assessoria do vereador Roberto Trípoli, líder do PV na Câmara de São Paulo. A denúncia chegou ao comando da Polícia Ambiental do Estado de São Paulo. Os policiais ambientais de Sorocaba chegaram quando o elefante era removido, mas não encontraram irregularidades.

O animal foi colocado em uma carreta e levado para Sorocaba. O domador Gilberto Luiz Mendes negou os maus tratos. Segundo ele, a fêmea indiana Bambi, de 36 anos, é uma das estrelas do circo e recebe tratamento adequado. "Prender a pata durante a noite é norma do Ibama", disse.

Por ser animal de grande porte, o elefante balança o corpo a fim de melhorar a circulação sanguínea. "Quem não conhece, acha que ele está estressado." O veterinário Ricardo Souza disse que o animal estava bem cuidado.

A prefeitura informou que apenas cedeu o galpão, no antigo recinto da feira da cidade. O circo, do empresário Marlon Stankowich, tem 160 anos de história e, nos últimos anos, causou polêmica por utilizar animais - além da fêmea de elefante, tigres e chimpanzés - nos espetáculos.

Segundo Marlon, o elefante está avaliado em US$ 180 mil. "Deixá-lo sem cuidados é o mesmo que jogar uma fortuna fora."

Fonte: Estadão


Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Guia São Roque.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em São Roque

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

Além de consumir o serviço de Aluguel de louças para festas.

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

Aluguel de louças para festas Moema, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.