Domingo, 19 de Setembro de 2021

8/4/2008 - São Roque - SP

Governo deve oficializar circuito turístico com São Roque




A SW Tour, Agência de Desenvolvimento Turístico do Sudoeste Paulista deve receber nas próximas semanas o reconhecimento oficial do Governo do Estado de São Paulo para o Circuito Taipas de Pilão, um itinerário turístico que reúne as cidades de Cotia, Embu, Carapicuíba, Santana do Parnaíba e São Roque.

O projeto da agência que agrega representantes de prefeituras, entidades e empresas privadas, prevê a organização de um roteiro turístico que terá como atração principal os monumentos e edificações construídos sobre armações de madeira e bairro prensado. Esta técnica, muito utilizada durante o período colonial é conhecida como Taipas de Pilão. Os bens históricos dos municípios que compõem o circuito são todos tombados pelo Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Nacional (Iphan). São Roque participa do circuito com a Casa Grande e Capela de Santo Antonio.

Segundo o chefe da Divisão de Turismo, Sandro Marcelo Cobello, que exerce a secretaria executiva da SW Tour, a expectativa é de que até o fim do ano este roteiro já esteja operando. “A idéia é oferecer este roteiro para as agências de turismo receptivo de São Paulo”, adianta.

Os técnicos da agência estão otimistas com o projeto que, segundo eles, tem potencial internacional e por isso já fazem planos para o futuro. “Este roteiro pode ser uma ótima opção de passeio para os turistas que virão ao Brasil para assistir a Copa do Mundo de 2014”, explica Cobello, lembrando que São Paulo será uma das sedes e que todas as cidades são muito próximas da capital.

Até lá, mesmo com a oficialização do roteiro pelo governo estadual, há muito a ser feito pelo roteiro turístico Taipas de Pilão, principalmente em termos de infra-estrutura. Algumas cidades que participam do roteiro ainda precisam se adequar às características necessárias para receber os visitantes. “A realidade dos municípios é realmente diferente. São Roque, por exemplo, já possui um programa de monitoria na Casa Grande e Capela de Santo Antonio, atendimento que outras cidades ainda não oferecem”, observa Cobello.

O que anima os municípios a buscar soluções para as desigualdades estruturais, além de acreditar no potencial turístico do roteiro Taipas de Pilão, é o apoio e a possibilidade de conseguir recursos. O Iphan já manifestou que é favorável à iniciativa que vai reforçar a importância histórica dos patrimônios e consequentemente pode trazer melhorias no acesso e sinalização destes locais.

A oficialização do roteiro também facilita o recebimento de recursos do Ministério do Turismo que está adotando uma política de liberação de recursos vinculada a projetos de abrangência regional.

Fonte: Prefeitura de São Roque



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Guia São Roque.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.