4/8/2009 - São Roque - SP

Ibiúna no CQC: Vereador entrevistado já foi chefe do PS e foi investigado por desvio de verba

Confira notícia publicada em O Democrata, em setembro de 2006, sobre o começo do escândalo da Saúde em Ibiúna. Veja que o vereador entrevistado por Rafinha Bastos era chefe dos Prontos Socorros da cidade e foi denúnciado por desvio de verba.

Ibiúna: CPI da Saúde para investigar provável desvio de dinheiro do Programa Saúde da Família

"Por iniciativa do edil Jamil Marciano (PFL) e Charles Guimarães (PL), no dia 30/09 durante a audiência pública realizada na Câmara Municipal de Ibiúna, foi constituída uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar possíveis irregularidades no Programa Saúde da Família (PSF).
O assunto vem sendo motivo de querelas políticas desde julho último, e, agora, recentemente, sete dos dez vereadores afirmam que a situação passou dos limites da tolerância, exigindo que a verdade seja colocada para conhecimento da população. A respeito, desde o início das denúncias e suspeitas, o prefeito municipal Fabio Bello posicionou-se negando qualquer envolvimento no caso, afirmando ter rompido o contrato com a entidade OIKOS que administrava o PSF em Ibiúna, “justamente por haver irregularidades na mesma”.
Das diversas denúncias, que tem sido divulgadas, constam o desvio de dinheiro, chantagens, manipulação política, não recolhimento de impostos trabalhistas, etc.
O coordenador dos Postos de Saúde do Município de Ibiúna, Ismael Pereira, foi candidato a vereador nas eleições passadas, é funcionário da municipalidade e teria repassado dinheiro a OIKOS para a conta da esposa, Tatiane Cilene Ferreira, segundo declaração do vereador Paulo Magalhães que comprovou os depósitos. O funcionário admitiu que “...minha mulher recebia dinheiro da entidade, mas era porque ela também trabalhava...”
O Prefeito Fabio Bello se isentou de qualquer responsabilidade nesse episódio.
As suspeitas de denúncias continuam sendo investigadas."