Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020

30/7/2009 - São Roque - SP

Paulo Skaf fecha parcerias em São Roque. Mairinque pode ganhar um SENAI




Nem mesmo a forte chuva que caiu sobre São Roque durante toda esta quarta-feira atrapalhou a visita de um dos homens mais poderosos do país, Paulo Skaf, o presidente da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Depois de apresentar em São Paulo os campeões da Liga Mundial Sidão e Murilo como reforços para a nova equipe de vôlei do SESI (entidade da qual também é presidente), Skaf chegou a São Roque no meio da tarde, por volta das 15h30, pousando de helicóptero no gramado do estádio Egídio Caetano, na Vila Nova São Roque. Ali, foi recepcionado pelos anfitriões do evento, o presidente da AISAM (Associação das Indústrias de São Roque, Araçariguama, Alumínio e Mairinque) Vinicio Cesar Pensa, o presidente do Sindusvinho (Sindicado da Indústria do Vinho de São Roque) Cláudio Góes e o prefeito de São Roque Efaneu Nolasco Godinho.

Com eles, Skaf partiu rumo às obras da nova escola do SESI de São Roque. Lá, conversou com o engenheiro responsável, analisou a planta da obra e ficou satisfeito ao ver que o cronograma estava sendo cumprido: “Esta será uma das principais escolas do SESI no Estado e poderá atender cerca de 800 alunos no ensino fundamental em período integral e outros 600 do ensino médio que farão meio turno aqui e meio turno no SENAI de Alumínio. Ainda queremos lotar essas salas de aula, de noite, com as classes de jovens e adultos (o antigo supletivo)”. O presidente da FIESP ainda anunciou melhorias na planta: “Vejo que a comunidade fica próxima à escola. Vamos fazer então uma Indústria do Conhecimento, com biblioteca e computadores para toda a comunidade. E vamos estudar com a Prefeitura para colocar mais uma quadra no terreno ao lado”.

Em seguida, no Hotel Cordialle, onde se encontrou com os prefeitos e secretários municipais de São Roque, Mairinque, Araçariguama e Ibiúna, além de representantes de Piedade, Vargem Grande Paulista e Alumínio, Paulo Skaf continuou com boas notícias. Com o prefeito de Ibiúna, Coiti Muramatsu, negociou parcerias para a utilização de material didático do Novo Telecurso e também do SESI nas escolas daquela cidade. Para Vargem Grande Paulista prometeu estar presente na entrega de certificados de um curso de alimentação saudável e garantiu que a carreta do SESI que está na cidade para cursos de qualificação permanecerá ali por um tempo maior do que o estipulado anteriormente.

Em sua explanação, o prefeito de Araçariguama, Roque Hoffman explicou que a cidade deve viver um novo boom de crescimento, o que vem gerando forte especulação imobiliária. A expectativa dele é que nos próximos dois anos o parque industrial da cidade triplique. Assim, Paulo Skaf ofereceu um estudo detalhado sobre tal demanda feito pela FIESP e, a partir do resultado, irá avaliar as medidas a serem tomadas.

As melhores notícias, porém, ficaram mesmo para as cidades de Alumínio e Mairinque. Ambas fizeram seus questionamentos no encontro com os prefeitos, mas só obtiveram resposta cerca de uma hora mais tarde, no bate-papo com empresários. A comitiva de Alumínio explicou que a escola do SESI daquela cidade não tem espaço físico para suportar a implantação do período integral. Skaf, assim, pediu que dois assessores fossem até Alumínio, tirassem fotos do local, avaliassem as possibilidades e voltassem para São Roque. Uma hora depois eles estavam de volta, mostraram as fotos, e Skaf decidiu que tentará, em parceria com a CBA, ampliar a atual escola no espaço onde hoje fica o estacionamento. Ele ainda afirmou que tentará negociar com a aquisição de terrenos vizinhos e anunciou que Alumínio receberá uma Indústria do Conhecimento, assim como todas as cidades que se mostrarem interessadas.

Já o prefeito de Mairinque, Dennys Veneri, cobrou de Paulo Skaf melhorias no Centro de Formação do SENAI na cidade. A escola pertence à prefeitura e o SENAI é responsável pelo ensino e pela diplomação, mas o prefeito acredita que há uma demanda por uma escola no município já que o parque industrial está em crescimento em Mairinque. Depois de pensar por cerca de uma hora, Paulo Skaf anunciou no bate-papo com empresários: “Prefeito, se o senhor der o terreno, eu faço uma escola do SENAI em Mairinque”. Agora ambos deverão conversar e acertar os detalhes de tal melhoria para a cidade.

Se os prefeitos pediram investimentos em educação, a principal preocupação dos empresários que participaram em seguida do bate-papo com Skaf foi a questão tributária. O presidente da FIESP disse que levará reclamações que ouviu sofre a adaptação de pequenas à nota fiscal eletrônica e defendeu que medidas como a redução da jornada de trabalho sejam discutidas apenas após as eleições do ano que vem: “Nós já estamos trabalhando para que estas discussões fiquem para o ano que vem, depois das eleições. Sabemos que os deputados e senadores ficariam constrangidos de votar, às vésperas das eleições, contra um projeto de interesse dos trabalhadores, mesmo que isso prejudique em muito a economia do país”.

O presidente da AISAM, Vinicio Cesar Pensa, agradeceu a presença de Paulo Skaf e comemorou os benefícios conquistados para a região: “Com o Paulo Skaf é assim: ele chega e resolve os problemas. Através deste encontro, as cidades pelas quais a AISAM trabalha conseguiram uma série de melhorias que ficarão aí para a posteridade, como esta escola do SENAI em Mairinque. A indústria e toda a comunidade têm muito a ganhar com estes investimentos. O setor industrial está crescendo na região e ainda vai crescer muito mais”.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Guia São Roque.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em São Roque

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

Além de consumir o serviço de Aluguel de louças para festas.

Quando se pensa na realização de um evento social, seja ele uma festa familiar ou uma recepção empresarial,Aluguel de louças, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos a serem usados é grande. Além de consumir bastante tempo, o custo e a logística de obtenção dos mesmos é significativa.

Aluguel de louças para festas Moema, a preocupação com a aquisição dos pratos, talheres e outros equipamentos é significativa.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.