Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

24/10/2007 - São Roque - SP

Prefeito quer ajuda do Estado para que obras de saneamento sejam antecipadas




Com o objetivo de antecipar o cronograma de obras de distribuição de água e saneamento estipulado pela Sabesp, o prefeito Efaneu Nolasco Godinho esteve na Secretaria Estadual de Saneamento e Energia para uma audiência com o secretário-adjunto da pasta, Ricardo Toledo Silva. A reunião realizada na quinta-feira, dia 11, também contou com a presença do diretor regional de Planejamento do Governo do Estado, Julio Barbosa e de assessores da Secretaria.

Na oportunidade Efaneu apresentou o investimento de R$ 17 milhões que a Sabesp vai fazer e traçou um panorama da questão do esgoto no município. O prefeito também fez observações sobre a urgência destes investimentos para preservar o meio ambiente e pediu a interferência do governo estadual. “Queremos que este cronograma seja adiantado”, disse.

O secretário-adjunto que também é arquiteto-urbanista mostrou-se sensibilizado com a preocupação do prefeito para promover qualidade de vida e também poupar o meio ambiente. Silva informou que transmitirá a solicitação do prefeito à titular da pasta, Dilma Seli Pena, e que entrará em contato com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo para verificar o que pode ser feito. “Vamos sentar com os engenheiros da Sabesp para verificar capacidade enfrentar a situação atual e antecipar o cronograma apresentado”, anunciou Ricardo Toledo Silva.

Desassoreamento de rios

O prefeito aproveitou a reunião para reivindicar também um programa de desassoreamento de rios e córregos do município. Segundo Efaneu, além da falta de maquinário, a prefeitura tem dificuldades para realizar este tipo de serviço devido ao rigor do Departamento Estadual de Proteção aos Recursos Naturais – DEPRN. “Apesar de saber que estamos executando o serviço corretamente, o DEPRN não nos autoriza a fazê-lo e alerta para o perigo de multas ao município”, explicou Efaneu.

Silva esclareceu que a Secretaria Estadual do Meio Ambiente está revendo a legislação e as normas para o desassoreamento, mas ressaltou que o maior problema da Secretaria é a dificuldade com a manutenção dos equipamentos. “Temos muitas máquinas paradas por falta de manutenção e recursos”, comentou.

Para resolver o problema do município e do Estado o prefeito Efaneu propôs uma parceria para que estes equipamentos sejam recuperados e voltem a operar em São Roque.

Fonte: Prefeitura de São Roque


Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Guia São Roque.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.